As Aventuras de Paddington

Padrão

Filme de personagem clássica é divertido e inegavelmente inglês

Por Leonardo Sanchez

TÍTULO ORIGINAL: Paddington

DIREÇÃO: Paul King

DURAÇÃO: 95min

GÊNERO: Comédia, Família

PAÍS: Reino Unido, França

ANO: 2014


O simpático urso Paddington é uma das personagens mais famosas e encantadoras da literatura infantil britânica. Com mais de meio século de história, o ursinho já inspirou diversos brinquedos, livros e até uma estátua em Londres. Agora, é a vez de Paddington ser apresentado às telas, tentando alcançar o mesmo sucesso que seus compatriotas literários Peter Pan, Harry Potter e Alice tiveram no cinema.

Nas profundezas das selvas do Peru, mora um atrapalhado urso chamado Paddington (voz de Ben Wishaw / Danilo Gentili na versão brasileira), que é enviado a Londres por sua tia. Na capital inglesa, o protagonista procura uma família para adotá-lo, até achar o senhor e a senhora Brown (Hugh Bonneville e Sally Hawkins), que prometem ajudá-lo a encontrar um geógrafo britânico que conheceu seus tios na América do Sul. Em sua busca, Paddington precisa se adaptar ao cotidiano da família londrina e fugir da malvada diretora do Museu de História Natural, Millicent (Nicole Kidman).

Enquanto filme para família, Paddington cumpre seu papel maravilhosamente bem: é divertido e apropriado para qualquer audiência, fascinando os pequenos e entretendo também os adultos. O urso protagonista foi muito bem aproveitado pela direção, sendo uma personagem extremamente carismática e encantadora, encontrando nenhuma dificuldade para encarnar o foco da trama, além de ter uma personalidade muito bem definida.

Assim como Paddington, as personagens secundárias são todas interessantes, desde os outros ursos até os Brown. O que chama a atenção no longa é que, mesmo sendo um filme para família, seu elenco é composto inteiramente por grandes estrelas do cinema e da televisão. Os atores e atrizes fazem todos interpretações muito boas, com destaque para a divertida senhora Bird de Julie Walters, que, mesmo periférica, ganha a simpatia do público em suas cenas.

Ao assistir a Paddington, existe a óbvia conclusão de que o filme é uma produção inglesa para os ingleses. Isso não é um problema para os outros espectadores, já que seu humor e história são bastante universais. É interessante, porém, observar como diversos elementos da cultura britânica foram aproveitados de forma inteligente no longa. O senhor Brown inevitavelmente lembra o senhor Banks, o pai de família rigoroso do clássico Mary Poppins. Um cavalo de carrossel ou um guarda chuva voando são elementos que reforçam ainda mais essa lembrança. Assim como a babá de 1964, o urso surge para salvar a família Brown. Enquanto Poppins conta com música para isso, Paddington o faz com um senso de humor debochado e, embora simples, bastante cômico.

O filme peca pela falta de ambição do diretor Paul King. Ao ter em mãos um urso imigrante que se muda para a multicultural Londres, King podia ter explorado muito mais a questão da imigração – inclusive da ilegal. Xenofobia e ecologismo também poderiam ter sido retratados, mas, ao optar por uma abordagem mais segura da história, esses temas são deixados de lado, limitando o alcance da trama. O filme, por ser infantil, é realmente bom, mas, desperdiçar a possibilidade de explorar temas muito mais maduros e ainda assim divertir, é realmente decepcionante. O medo de arriscar é definitivamente o maior inimigo de Paddington, aliado, no caso brasileiro, à dublagem amadora e nada convincente de Danilo Gentili para o urso.

Inspirado em um dos personagens mais simpáticos da Inglaterra, o filme funciona muito bem. É divertido, cativante e flui com naturalidade. Ainda tem a seu favor a ótima harmonização entre realidade e os gráficos utilizados para criar o protagonista, que são bastante convincentes. A trama, relativamente simples, podia ter sido incrementada com elementos mais adultos, o que a falta de ambição – ou de visão – do diretor não permite. Mesmo com essa falha, Paddington é um longa que não encontra dificuldade em divertir e emocionar toda a família.


Anúncios

Um comentário sobre “As Aventuras de Paddington

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s